Tênis Coca-Cola Shoes Negev

O Tênis Coca-Cola Negev é a escolha certa para os homens que estão sempre antenados nas últimas tendências de moda, oferecendo um visual sofisticado e muito moderno. Próprio para um visual casual e cheio de charme! O Tênis Coca-Cola Negev – Masculino traz um acabamento único e é ideal para aqueles que são ousados e também atribuir um toque de sofisticação ao seu estilo.

Com um estilo doc sider, possui recortes ao longo do cabedal e são ideais para o dia a dia.  Ele leva os estilos casual e clássico para o look masculino e traz um ar ainda mais jovem, além de ser fabricado com materiais que proporcionam maior conforto e durabilidade.

08

Seu cabedal é confeccionado em têxtil resistente com a entressola em borracha para promover amortecimento diferenciado durante as atividades do cotidiano. A região do calcanhar ganhou reforço acolchoado para suporte e proteção dos pés. Sua lingueta é macia e flexível com patch em couro e o nome da marca em destaque. Já a palmilha E.V.A forrado e removível; conforto e facilidade na higienização.

Seu forro têxtil interno é feito em lona com reforço levemente acolchoado no colarinho do calcanhar para conforto e proteção, incluindo o ajuste por cadarço. É feito de tecido e possui cano baixo.

Anúncios

Um guia sobre tênis, sapatos e sapatênis

Grande parte dos homens que um dia decide sair da zona de conforto dos sapatos e, finalmente, jogar fora aqueles pares velhos em busca de novos modelos para o dia-a-dia, fica perdido na hora de ir às compras ou por não ter referências, ou por medo de ousar demais e achar que não vai combinar com seu estilo. Além disso, as variações de tênis e sapatos têm crescido consideravelmente, o que deixa muitos de nós inseguros. Se você tem a mesma dúvida ou também usa algum desses argumentos quando alguém te mostra um novo modelo de sapato diferente do que você usa… Esse post foi pensado para você.

É importante entender o porquê de usarmos sapatos diferenciados para cada ocasião ou estilo nos dias atuais. Aquela ideia de que sapatos fazem a cabeça só das mulheres, é ultrapassado. Prova disso é que só o Brasil possui 4 mil empresas do setor calçadista, ocupando o 3º lugar dos países que mais produzem calçados no mundo, abaixo apenas da China e Índia. Claro que os números incluem os calçados femininos também, mas é um fato que o homem possui mais opções de modelos se compararmos há cinco anos, por exemplo, graças à entrada de marcas (logo, variedades) internacionais.

Como chegamos até aqui?

Porque conforto e praticidade funcionam desde a pré história

Há registros do uso de proteção para os pés desde as pinturas rupestres e pesquisadores dizem que há mais de 3.200 anos o couro foi a matéria prima mais usada o que, na época, os ajudavam  a escalar montanhas e se mobilizem com maior conforto e praticidade. Isso significa que nada mudou muito de lá pra cá , uma vez que conforto é (ou deveria ser) o primeiro critério da escolha de um sapato e o couro continua sendo a matéria prima mais usada – seja ele sintético ou natural. Durante os séculos 17 e 18, único período da história em que a moda masculina passou a frente da feminina, era comum o uso de saltos pelos homens da época – era sinônimo de poder, quanto mais alto, mais importância a figura tinha na sociedade, e há registros de que esse conceito vem lá da Grécia Antiga. Com o surgimento da figura do Dândi na sociedade, o homem passou a se vestir mais sóbrio e qualquer extravagância na moda passou a se tornar sinônimo do feminismo, e foi nessa época que os sapatos sóbrios, como o modelos Oxford surgiram e acabou se tornando tradicional na moda masculina.

Então, se conforto e até o próprio material usado é o mesmo há milhares de anos, o que mudou? A sociedade! Não vivemos mais na era pré histórica e, se as convenções sociais e climatológicas nos pedem um determinado estilo de roupa para cada ocasião, com o sapato não poderia ser diferente. Mesmo que você não se importe com seu estilo de sapato, fique certo de o seu entrevistador ou a menina que você vai se encontrar pela primeira vez reparam sim no que você está calçando. Então, fique atento às próximas dicas.

Zona de conforto

Por que o Sapatênis virou o vilão?

Geralmente a cabeça de muitos homens dividem os tipos de sapatos em dois: os que funcionam para o trabalho e o mais casual, para sair nos finais de semana, que basicamente se resume no tênis esportivo (favor incluir os de mola). Quando esse mesmo homem finalmente entende que sim, está na hora de investir num novo modelo diferente desses dois primários, eis que surge um modelo que gera polêmica… o sapatênis.

Calçado unissex surgido no final do século 20, mistura estilo de sapato de couro com o de tênis esportivo. Pode ou não ter fechamento com cadarço.” SABINO, Marco. Dicionário da moda. Rio de Janeiro: Elsevier, 2007.

O sapatênis surgiu como uma alternativa de unir o tradicionalismo e a seriedade do sapato social com o conforto e a informalidade do tênis, o que é, inegavelmente, uma vantagem para os homens. Geralmente tem a combinação do solado de borracha com o corpo em couro e podem ter cadarços ou não. O sapatênis é oficialmente considerado cafona dentro do universo da moda por, principalmente, ter se tornado o modelo mais comercializado nos anos 00 e, quiçá, até os dias de hoje. Muitas marcas já oferecem modelos com designs diferenciados para acabar de vez com a imagem de ser um sapato cafona e trazer novos consumidores, mas a verdade é que o problema principal do sapatênis é a forma que você usá-lo. Assim como qualquer outra peça dentro do guarda roupa, a forma que você vai usar isso e deixar mais ou menos atraente, é determinante para que algo seja cafona ou não.

O sapatênis recebeu a função de pensar por você: o evento é causal? use sapatênis! Então, logo se tornou a principal escolha dos homens preguiçosos para pensar, não só no calçado, mas em qualquer peça do guarda-roupa. Não é novidade para ninguém que isso mudou e, se você não abre mão desse modelo, veja abaixo boas opções de sapatênis e como podem ser usados de forma correta (nada de combinar com o cinto ou com a camisa social!)

Por onde começar?

Os tipos básicos de sapatos para descomplicar a vida

Listei abaixo alguns modelos que você já pode pensar em investir na próxima compra. Experimente, pelo menos, e veja o quão incrível é a sensação de usar algo que você jamais pensou que fosse usar. Invernos pedem sapatos fechados, cores sóbrias e materiais pesados, e o verão pedem sapatos mais baixos, shapes mais limpos e cores mais leves. Pense que, se você investe num sapato menos básico, significa que na hora de escolher a roupa, o trabalho vai ser menor (afinal, você já está com um sapato bacana, né?).

Oxford / Derby /Monk / Brogue: é tudo a mesma coisa?

São variações do mesmo estilos. O Oxford foi o primeiro sapato com cadarços e ficou popular entre os estudantes da universidade de Oxford (por isso o nome). Hoje existem diversas cores e combinações, e até as mulheres já descobrira o poder que esse sapato tem. O Derby diferencia-se do primeiro por pequenos detalhes, como a aba que leva os furos do cadarço serem costuradas sobre o corpo do mesmo, o que ajuda a adaptar melhor o peito do pé de quem o calça. Dos sociais, esse é o mais informal de todos e ele funciona até com uma boa modelagem de jeans. Já o Brogue, apesar de ser considerado modelo, trata-se dos perfurados decorativos na parte da frente. Existe Oxford Brogue, por exemplo, geralmente feito em camurça (como o da foto acima). Todos eles são sociais e bem aceitos com calças de alfaiataria, ternos e, como dito anteriormente, um bom jeans. Os sapatos que possuem fivelas no lugar dos cadarços são chamados de Monk. Estão cada vez mais em desuso e pode deixar o visual beirando ao cafona dependendo da forma que você usa. Geralmente é usado com ternos e roupas de alfaiataria, e bem aceitos em escritórios.

Saí do escritório: e agora?

A dúvida de muitos paira no modelo que se diferencia dos tradicionais citados acima. O próprio tênis tem uma infinidade de modelos, mas lembre-se que todos são casuais e devem ser usados em ambientes descontraídos. O modelo esportivo, principalmente os que possuem molas, devem ser preferencialmente usados para a prática de esportes. Há designs diferenciados que tiram a estética esportiva e, usado com roupa adequada, conseguem passar nos mais diversos ambientes. Tenha cuidado ao usar determinados modelos com camisa social de mangas compridas e principalmente curtas e, na dúvida, pergunte a opinião de alguém.

O verão

Mocassins, Doksides e Alpargatas são outros modelos de sapatos de verão que se diferenciam por pouco. O mocassim, apesar de ser veranil, é mais discreto e geralmente encontrado em cores sóbrias. Ele tem o solado mais fino, enquanto o Dockside tem o solado grosso, de borracha, e possui cadarços que o envolvem. Não é difícil encontrar Dockside em cores como vermelho, amarelo, laranja e verde e eles são perfeitos com bermudas (sejam as mais curtas ou aquelas abaixo do joelho mesmo). Substituir um tênis esportivo por um dockside faz fazer toda a diferença, experimente! As famigeradas Espadrilles (já falamos sobre elas aqui), também são conhecidas como Alpargatas, apesar de ser um nome licenciado pela empresa brasileira, nada mais é que aquelas sandálias de lona com trançado em juta em torno do solado. Não são aconselháveis para caminhadas longas e possuem as mais diversas estampas ou cores.

 Dicas que todos devemos saber

Na hora de ir às próximas compras, priorize o conforto. O dedo nunca deve encostar na ponta do sapato para não causar desconforto. Além disso, o ideal é que ele não fique apertado, mas caso ele aperte, geralmente o material é adaptável ao formado do seu pé, basta usar algumas vezes. Mas para isso, sempre escolha marcas que façam o uso de materiais duráveis e de qualidade.

O ideal é que, a cada uso, você passe um pano úmido na superfície a fim de tirar os resíduos. Nunca use graxa pois tira o tratamento do couro com o tempo. Existem alguns tipos de condicionadores que hidratam o couro e principalmente a camurça. Prefira os cor branca para não correr o risco de manchar, caso o sapato tenha cores claras ou coloridas. Para outras dicas de conservação, veja esse post.

Em sapatos coloridos, esfregue o dedo no material e veja a solidez da cor. A camurça geralmente libera tinta e pode sujar meias e manchar outras roupas.

Fique atento às dicas e saia do comum!

Por .

FONTE: Moda Para Homens

Monte looks fabulosos a partir de sapatos estampados ou coloridos

Às vezes, nos apaixonamos perdidamente por um par de sapatos que vimos na vitrine e, no impulso, acabamos comprando, mesmo sem ter a menor ideia de como combiná-lo com as opções que temos em casa. Quem nunca, não é mesmo?

Mas, nessa situação, não é preciso entrar correndo na próxima loja só para comprar roupas que vão cair bem com a nova aquisição. A estilista Nathalia Valencia mostra como é possível combinar qualquer tipo de sapato com itens que normalmente temos disponíveis no guarda-roupa. Veja como combinar o look a partir de sapatos estampados ou com cores fortes:

sapato-estampa-combinar-2

Sapato neon

“O ideal é não abusar tanto do neon na parte de cima, justamente para o sapato bombar e ninguém falar que você está fluorescente demais”, brinca a estilista. O calçado pode ser combinado com uma calça jeans e uma camisa de seda ou algodão de cor neutra. À noite, vale abusar um pouco mais do brilho e apostar em um vestidinho preto cintilante.

Sapato bicolor

“A mulher que quer ser contemporânea, mas está em um mercado de trabalho conservador, pode apostar no sapato bicolor para dar um ar mais moderno ao visual”, indica Nathalia. Para estas, o look indicado pela especialista é uma saia risca de giz combinada com uma camisa ou blusa de seda. Já a mulher que não está presa a códigos de vestimenta pode optar por uma mini saia, que, segundo Nathalia, está mega na moda e ajuda a valorizar os sapatos, junto com uma blusa discreta, mas que tenha algum atrativo, como babado, laço ou detalhe na manga.

Animal print

Segundo a estilista, não é preciso ter medo de misturar dois ou mais itens de estampa animal. “Eu colocaria um sapato cobra, uma maxi clutch também cobra e um vestido de alfaiataria que tenha um pouco mais de textura e quem sabe um decotão ou decote nas costas”, recomenda. Nathalia ainda diz que as estampas não precisam ser exatamente iguais, mas que muita discrepância deixa a produção nada a ver. “A pessoa tem que bater o olho e sentir que tem uma ligação entre as estampas”, descreve.

Quem prefere deixar a animal print só para os pés deve combinar a cor de fundo da estampa com a parte de cima do look. A indicação da estilista para um sapato onça, por exemplo, é uma calça jeans e uma camisa lisa preta ou marrom.

Sapato com brilho

“Pode usar durante o dia sem problema nenhum. Sapatilhas com brilho, por exemplo, são uma graça”, opina Nathalia. De dia, invista em um look sem brilho, mas com cores vivas: calça jeans flare ou skinny com camisa branca e blazer coral não tem como dar errado. Já à noite, um vestido com brilho também fica elegante sem ficar over.

FONTE: Bolsa de Mulher

Caminhar ou correr na praia exige cuidados com os pés

Nesta época do ano, é comum encontrar pessoas correndo ou fazendo caminhadas à beira-mar. O período de férias e a permanência da luz do sol por mais tempo ao entardecer motivam os veranistas a praticarem exercícios. Porém, alguns cuidados se fazem necessários para a prática de atividades físicas na areia da praia nos dias de descanso. É o que recomenda o médico ortopedista do Laboratório do Pé e membro da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia, Renato Brufato Machado. Para facilitar, ele relaciona as dicas em 3 grupos distintos:

praia

 1° grupo – Aos Praticantes eventuais

São aquelas pessoas que praticam atividade física somente quando vão à praia e que trabalham o dia inteiro usando calçados fechados. Esses, devem apenas realizar caminhadas e poderão fazer o exercício de pés descalços e, de preferência, nas áreas de areia mais solta. Essas pessoas devem estar atentas para não cometerem exageros, mesmo que permaneçam por apenas alguns dias na praia. Mas atenção: normalmente, quando os músculos estão parados há bastante tempo podem aparecer dores indesejadas que impossibilitem a continuidade do exercício no dia seguinte.

2° grupo – Aos Praticantes Regulares

No caso do veranista habituado à prática esportiva (mais de 3 vezes por semana), é recomendado que sempre use tênis para correr ou caminhar mais próximo da água. Aqui, o cuidado especial é com o impacto provocado pelo piso mais duro, onde a areia da praia é seca. Por isso, o ideal é que procurem correr ou caminhar na areia levemente molhada, que é uma superfície mais macia.

3° grupo – Aos Corredores Habituais

Estes devem correr sempre usando tênis com amortecimento, não sendo recomendado que usem um calçado novo para correr na areia da praia. Caso estejam utilizando o tênis pela primeira vez, é aconselhável que realizem a prática esportiva também na superfície levemente molhada. Mesmo correndo diariamente, devem ter cuidados com lesões por normalmente utilizarem o piso mais rígido, onde a areia é mais seca.  Para esses, o uso de palmilhas sob medida poderá trazer mais conforto e melhorar o desempenho da atividade física.

Segundo Renato Machado, forçar o ritmo do exercício pode levar ao chamado stress muscular ou até mesmo ao surgimento de distensões. “É importante observar desníveis, como saliências na areia e pequenos buracos, para evitar problemas como entorse de tornozelo e até mesmo fraturas”, destaca.

Na avaliação do especialista, todas as pessoas que queiram praticar atividades físicas na beira da praia devem iniciar as atividades nas primeiras horas da manhã, período em que a radiação solar ainda é menos agressiva e o desgaste físico é menor. Em qualquer horário do dia, é imprescindível o uso de protetor solar para proteger-se da alta radiação.

MEIA CALÇA COM SANDÁLIA?

Pode usar meia calça com sandália?
Claro que pode!
Há uma enorme resistência de muitas pessoas nesse tipo de composição. Muitos assuntos quando o assunto é usar meia calça com sandália.

Uma questão de gosto
Sandália e meia calça é uma questão de gosto pessoal. Esse é o tipo de coisa que você ama ou odeia. Não existe meio termo.  Há milhões de formas de fazer essa “moda” dar certo. Por isso, o que coloquei aqui são alguns caminhos para gerar algo mais aprazível aos olhos. Asregras da moda estão cada vez mais frouxas e mudam muito rápido.

Moda, você e a dobradinha sandália + meia calça
O ponto central que resolve todas as dúvidas sobre o uso de sandália e meia calça é a seguinte: qual tipo de sandália e de meia calça? Antes de qualquer coisa é preciso se fazer essa pergunta. Outro aspecto sobre usar sandálias e meias é como você se sente com relação a isso. Não importa a moda se você não se sente bem com algo. Quem quer usar meia calça e sandália precisa se sentir confiante com essa escolha. Ponto.

Qual tipo de sandália deve-se usar com meia?
Sandálias que não são tão abertas na frente ficam melhores. Sandálias pesadas, algumas tipo meia pata, peep toe. As sandálias possuem um formato que parecer querer fechar na frente (como no peep toe), mas não fecham [observe as imagens]. Tudo depende do modelo.

Qual tipo de meia?
As meias calças opacas são as mais aconselháveis. A combinação meia opaca e sandália dá super certo.

140900_9801

Estranho demais para usar
Meia calça transparente com qualquer tipo de sandália aparecendo. Deixa os dedos rechonchudos e estranhos. Sandálias delicadas, especialmente com aplicações (de strass, cristal, etc…) com meia calça transparente (fina) ou opaca. Sandálias muito abertas na frente com qualquer tipo de meia calça. Tem gente que usa. Surtei. Brega!

Só meia calça preta?
Nada disso! Colora com sensatez! Meia calça colorida pode ser usada com sandália. O importante é ter equilíbrio de cores. Use o bom senso. Na dúvida, coloque a cor preta e pronto.

Adoro meia calça com sandália usada com muito estilo! Extravagante, moderno e chique!
Agora quero ouvir você! Sandália com meia calça, você ama ou odeia?

Como limpar sapatos: dicas essenciais para mantê-los em perfeito estado

As mulheres têm a fama de serem “loucas por sapatos”. E não é por acaso: a maioria delas precisa de pelo menos um par só para trabalhar, um (ou mais) tênis para praticar suas atividades físicas, diferentes modelos de sandálias para sair à noite, várias opções de sapatilhas para o dia a dia… E muito mais! Afinal, eles são mesmo essenciais, independentemente do modelo, e fazem toda a diferença na hora de montar um look.

Porém, com tantos pares de sapatos disponíveis em casa, é comum que surjam dúvidas sobre como limpar cada um deles. Mas, este ato é totalmente necessário para que os diferentes tipos de calçados sejam conservados por mais tempo.

Além disso, a limpeza adequada dos sapatos é fundamental para evitar a proliferação de bactérias e fungos e é um dos principais fatores no combate a odores desagradáveis e a doenças ocasionadas pela transpiração dos pés, como micoses.

“É importante investir em um processo de limpeza adequado dos calçados, pois, mesmo a lavagem comum pode danificá-los, uma vez que as peças permanecem muito tempo úmidas, com tendência a acumular microrganismos prejudiciais à saúde”, explica Rejane Nascimento, gerente de treinamento da 5àsec, especializada na limpeza e higienização de tênis e outros calçados.

Abaixo, a profissional dá algumas dicas de como lavar os principais tipos de sapatos:

 

Tênis

como-limpar-tenisRejane Nascimento destaca que o ideal é sempre levar os pares de tênis a uma lavanderia, onde os profissionais saberão cuidar deles da melhor maneira possível, já que existem tênis confeccionados com diferentes materiais, de qualidades diferentes… E tudo isso precisa ser levado em consideração.

Mas de forma geral, pode-se dizer que, para lavar tênis, é necessário separar, primeiramente, os cadarços e as palmilhas, que deverão ser lavados juntos em um saco de proteção, dentro da máquina.

“Pode-se usar um detergente neutro numa escova de cerdas macias (ou, em alguns casos, com cerdas um pouco mais firmes) e esfregá-la cuidadosamente nas partes de tecido dos tênis. Nas partes de borracha e nos solados, pode-se usar pedra de rio ou bucha”, explica Rejane.

Depois disso, os tênis devem ser colocados em um saco de proteção para serem levados à máquina. “Ela deve ser acionada num programa delicado, para não estragar os calçados. Caso contrário, a sola pode até descolar”, diz a profissional.

Depois do procedimento já citado, pode-se colocar uma toalha de banho seca junto aos tênis na máquina e acionar o programa de centrifugação. Isso faz com que os calçados saiam praticamente secos da máquina, conforme explica Rejane.

A gerente de treinamento da 5àsec acrescenta ainda que os tênis, após a lavagem, não devem ser colocados ao Sol, mas sim em um local arejado, onde devem permanecer por cerca de 24 horas.

 

Sapatos de couro

como-limpar-sapatos-1

Os sapatos de couro exigem cuidados especiais. Tudo deve ser feito de forma manual. Pode-se usar uma escova de dente macia com sabão neutro diluído, além de uma toalha um pouco úmida. “Então, passa-se a escova em uma pequena parte do sapato e, logo em seguida, a toalha úmida no mesmo local. E assim por diante, até concluir a limpeza do sapato todo”, diz.

É necessário ainda fazer essa mesma limpeza na parte de dentro dos sapatos e, posteriormente, passar um desodorizante nela.

“Os calçado de couro devem ser deixados também em um local arejado. E, após isso, pode ser passado um pouco de hidratante ou vaselina (no caso de couro liso) nos sapatos”, diz Rejane.

“No caso dos sapatos de camurça, coloca-se o hidratante dentro de um borrifador para espirrá-lo de longe”, acrescenta a profissional.

 

Sapatos de tecido

sapato-para-bebe-em-tecido_1378482886249_BIG

Os sapatos feitos de tecido também pedem cuidados especiais. “Pode-se usar até uma escova de cabelo de neném. Ela deve ser passada, um pouco úmida, numa parte do sapato e, logo em seguida, passa-se o secador. E assim por diante, em cada parte dos sapatos, para evitar que o tecido fique molhado e manche”, explica Rejane Nascimento.

Uma dica da especialista é utilizar duas gotinhas de vinagre na água onde será molhada a escova, o que ajudará a evitar a formação de manchas nesse tipo de calçado.

 

Sapatos de solado de cordas

10_large

Também merecem cuidados especiais, pois devem ser molhados o mínimo possível. “Pode-se usar um pano úmido com sabão neutro e ir esfregando aos poucos”, diz.

Se for necessário, acrescenta a profissional, pode-se usar um secador para não deixar nenhuma parte do sapato um pouco molhada. Após o procedimento, é interessante passar um desodorizante no calçado.

 

Sapatos envernizados

5-500x500

Para limpar este tipo de calçado, use somente um paninho (flanelinha ou toalha) úmido e lubrificante (que pode ser um creme ou um pouquinho de lustra-móveis).

“É importante que, tanto o creme, como o lustra-móveis sejam colocados no pano e nunca direto nos sapatos, para não marcá-los”, destaca Rejane Nascimento.

Agora você já sabe que cada tipo de calçado necessita de um cuidado especial. Por isso, caso não tenha tempo para se dedicar à limpeza dos seus sapatos, leve-os a uma lavanderia especializada, que usará os produtos e os procedimentos corretos para que eles se mantenham perfeitos por mais tempo!

FONTE: Dicas de Mulher

Calçados masculinos perfeitos para as férias de verão

Já dissemos várias vezes que esse época do ano tem um clima perfeito, com muito sol e descontração. Mas também há outro fator indispensável, que são as férias.

No clima das férias vamos a alguns modelos perfeitos para relaxar e curtir de montão, sempre com a combinação perfeita entre conforto e estilo:

 

Docksides:

0246

Esse calçado vindo dos marujos conquistou o mundo e, devido ao seu visual descontraído, é ideal para as férias, compondo aquele estilo despojado com a cara do verão. Pode formar uma produção bem descontraída, com camiseta ou camisa e shorts, para passar o dia relaxando debaixo da sombra.

 

Mocassim:

mocassim-inspirac3a7c3a3o-5

Outra opção, essa já para sair em algum lugar mais social, é o mocassim. Esse modelo que sempre demonstrou muito charme mescla bem um visual descolado e com classe. Com ele fica fácil combinar camisa pólo e calça skinny, formando um estilo rich boy, ainda melhor se você deixar as meias em casa.

 

Espadrille:

tumblr_lizshwJ9ql1qfls1uo1_5001

Já outro estilo bacana e irreverente você consegue com os espadrilles, que são aqueles modelos bem originais, com solado em corda. Usando um modelo desses, ao lado de bermuda e camiseta gola v ou mesmo navy, você compõe algo bacana parasair durante o dia, seja em um passeio no calçadão ou mesmo no shopping.

 

Chinelos:

forsale

Outra opção para curtir as férias com estilo e conforto são os sempre indispensáveis chinelos.

Esse tipo de calçado te dá infinitas opções, desde camisa até camiseta e, nos dias de hoje, até mesmo com calça o visual pode ficar pra lá de moderno e estiloso.

Essas são algumas opções para você dar férias para você e também para seus pés, sem perder em momento algum o charme em seus looks.

FONTE: Homem na Moda