Aposte nas sapatilhas para todas as ocasiões

04

 

Por mais sofisticada e na moda que qualquer mulher esteja, nenhuma delas pode ou deve abrir mão de calçados confortáveis. E quem disse que não é possível associar tendências de moda com sapatos que possibilitam um conforto maior? As sapatilhas provam que essa junção é possível!

Uma ótima opção tanto para o dia a dia quanto para ocasiões mais sofisticadas, as sapatilhas combinam com qualquer estrutura e tipo de corpo. E também são facilmente combinadas com diferentes estilos de roupas.

Para qualquer ocasião e também para qualquer tipo de mulher, de crianças, adolescentes, passando pelas adultas e até as mais experientes, as sapatilhas agradam pelos lindos modelos e também pelo conforto trazido aos pés. Um salto alto é sempre elegante e muito bem visto, mas apostar  em calçados baixos e confortáveis também está na moda e não deixa a desejar em matéria de requinte.

Confira alguns modelos e brinque com os looks!

FONTE: Guia Claro

Salto alto vicia! Confira 5 dicas para diminuir os prejuízos do uso de modelos altos

salto

Cone, agulha, anabela, meia pata, plataforma. Considerado sinônimo de feminilidade e elegância, não há mulher que resista a um belo par de saltos altos, seja do tipo que for. Itens indispensáveis nos armários e closets, eles são uma das maiores paixões femininas – mas também podem viciar! E, quanto mais alto o salto, pior a dependência. Ortopedista e traumatologista, Luis Alberto Rubin explica que o uso contínuo de sapatos do tipo pode causar o encurtamento dos tendões de Aquiles, da musculatura traseira dos joelhos e das panturrilhas – os chamados músculos isquiotibiais. Ou seja, usar salto todo santo dia faz com que as pernas se desacostumem com o uso de calçados retos.

– Se a mulher usa salto com muita frequência, vai sentir dor e desconforto na região do calcanhar e das panturrilhas na hora de usar um calçado baixo ou até mesmo andar descalça – avisa Rubin.

O hábito, assim, pode acabar se tornando uma dependência. Fica mais fácil escolher aquele sapato maravilhoso que garante 10cm a mais do que sentir o desconforto que uma eventual sapatilha pode causar. Mas viver nas alturas traz outros riscos: além de lesões e deformidades nos dedos menores, o calçado é responsável por pelo menos 90% das calosidades e 40% dos joanetes. Isto sem falar que, quanto maior o salto, pior é a saúde da coluna. A origem deste amontoado de malefícios é que o salto alto joga o peso do corpo todo para as pontas dos pés. Ainda assim, há casos e casos.

– Algumas pessoas têm os pés com características que não são compatíveis com o uso do salto. Outras, no entanto, podem usar o salto a vida toda e não apresentar nenhuma reclamação – pondera o especialista.

Resumindo: além de maravilhoso, o sapato perfeito precisa ser confortável e, principalmente, saudável – afinal, de que adianta estar linda e elegante num dia e mancando ou com dores nas costas no outro? Confira nossos cinco conselhos amigos sobre saltos e seja feliz:

1. Quanto mais alto e mais fino, pior é o tombo

Chama-se salto agulha o maior vilão de todos, já que o modelo não proporciona o equilíbrio de que corpo precisa na hora de andar. Ou seja, você vai sair toda linda do carro na hora de encontrar o novoaffair, mas corre um risco iminente de acabar encontrando o chão e terminar a noite levando uma torção para casa. Se você não abre mão da altura, o ideal é trocar o modelo agulha por um salto um pouco menos fino.

2. Um anabela pode ser um belo aliado

Não quer perder a pose e nem exigir muito dos pés? Um salto anabela pode ser uma boa opção: além de não ser muito inclinado, possui espaço para amortecimento do pé. O risco de uma queda é menor com saltos retangulares, que apresentam uma superfície de contato com o chão maior, aumentando a estabilidade. Outra coisa que ajuda é uma meia plataforma na frente.

3. Já que não tem jeito, vai um plataforma mesmo

O salto plataforma é o menos prejudicial de todos. Isto porque sapato ideal é aquele que deixa o pé paralelo ao chão, distribuindo justamente o peso do corpo por todo o pé (grupo ao qual também pertencem as rasteirinhas).

4. Variar faz bem

O segredo para não precisar abrir mão do salto e não prejudicar a saúde é variar. Que tal optar por uma sapatilha na segunda-feira, um flat na terça, um cubano na quarta, um sino na quinta e deixar o saltão para a sexta-feira?

5. Um socorro às ASA, “Apaixonadas por Salto Alto”

Alongamento! Isto mesmo, alongar pode ajudar a vencer a dependência do salto. Atividades físicas também são sempre bem-vindas, já que trabalhar os membros inferiores pode ajudar a diminuir as consequências do uso excessivo de calçados com salto.

FONTE: Revista Donna

Apaixone-se pelos saltos com detalhes de metal

Uma das tendências da moda que promete ser sucesso no Brasil, assim como já está sendo em várias partes do mundo, são os calçados que possuem o bico ou a ponteira, detalhados com uma cor diferente ou estampa.

Conhecido como cap toes, estes calçados eram, há pouco tempo, bicolores e bem básicos. No entanto, com o brilho tomando conta das passarelas, esses tradicionais sapatos ganharam um toque de glamour. A aposta para as próximas estações é garantida em scarpins, sandálias e sapatilhas, que ganham detalhes metalizados no bico, seja ele mais fino ou arredondado.

Além disso, para realçar ainda mais os pés femininos, alguns modelos estão sendo lançados com os tons metálicos de prata e dourado também no salto, criando um ar mais sofisticado aos pés de qualquer mulher.

06 (3)

Com esses detalhes, os calçados femininos prometem deixar qualquer look básico mais elegante. E o melhor da tendência dos saltos e bicos de metal é que ela pode ser usada em diferentes ocasiões. Para as mais informais, a aposta deve ser nas sapatilhas; nas mais formais, os scarpins e sandálias são escolhas certas.

Um máximo, não é? Assim, qualquer pessoa pode aderir à onda dos metais. Se você é do tipo mais elegante e discreta, ou descolada e moderna ou ainda romântica e delicada, não importa! Para cada um dos estilos, há um calçado com bico ou salto de metal, proporcionando ainda mais charme à produção.

Na coleção da Bottero, os bicos de metal aparecem em scarpins de diversas cores, assim como emsapatilhas, com destaque para o modelo Ariela da coleção Cheias de Charme. Já os saltos de metal, tanto dourado quanto prateado, surgem em sandálias peep toes e do tipo meia pata, aliando ainda a alegria da tendência color block!

É ou não é de se apaixonar pelos saltos e cap toes de metal?

FONTE: Bottero