Conforto nas alturas! Descubra o tamanho limite de um salto alto considerado saudável

salto-alto

Os saltos altos são uma fonte perene de amor e ódio. Apesar de deixar a postura mais esguia e o look sofisticado, andar sobre eles é uma espécie de luta permanente, que termina constantemente com pés doloridos, dedos dormentes e bolhas certeiras. A boa notícia é que nem tudo está perdido. Segundo especialistas, é possível conseguir conforto sem ter que abrir mão dos centímetros a mais.

De acordo com a podóloga e especialista em movimento humano Emily Splichal, três polegadas ou 7,65 cm. “Qualquer coisa acima disso altera a dinâmica da caminhada – os passos são encurtados, você não consegue andar tão rápido e o peso do corpo é transferido para a planta do pé, que joga o centro de gravidade para fora, salientando joelhos e lombar”, explica.

E ao contrário do que muita gente pensa, o modelo plataforma não reduz o efeito prejudicial. A elevação continua lá. A Dra. Emily alerta ainda que o prejuízo pode se dar também com um calçado completamente plano. “Um pouco de altura no calcanhar, como um salto de uma polegada, coloca o pé em uma posição mais estável e elimina a pressão do tendão”, aconselha. “Portanto, evite os extremos.”

FONTE: Marie Claire

Anúncios

Como limpar Sapato ou Tênis de Camurça, Dicas!

como_limpar_camurca_capa

 

Segundo a Wikipedia, a camurça é um tipo de couro felpudo feito com a parte de baixo da pele de animais, como: Cabras, Vacas, Porcos, Cordeiros, etc. Muita gente têm dúvidas de como limpar esse material, por isso, aqui vai algumas dicas para limpar este difícil material:

  • Condicionador de cabelo: Além de limpar o calçado, vai hidratar a Camurça. Uma colher de sopa de Condicionador de Cabelo para 2 colheres de Sopa de Água. Você aplica no sapato ou no seu tênis e deixa agir por 10 minutos, depois é só retirar com um pano úmido.
  • Mancha de lama: Se você sujou seu calçado com lama, pode passar uma escova úmida e logo após secar com secador, procure passar a escova sempre na mesma direção, para não deixar arranhões no material.
  • Para manchas mais resistentes, utilize vinagre: Se seu calçado de Camurça tem uma mancha muito resistente, vale experimentar limpar com solução de Vinagre, copo de água para uma colher de vinagre, passe a solução na mancha e depois tire com um paninho umedecido.
  • A Camurça molhou muito? Teve de enxaguar? Pressione uma toalha seca por fora e por dentro, depois preencha o calçado  com bastante papel (menos Jornal, que mancha), empurrando bem para que a ponta fique preenchida, isso ajuda a manter o formato.
  • Manchas de óleo: Farinha de milho pode te ajudar! Coloque-a em um pano e aplique na mancha em movimentos circulares, depois escove levemente o pó com uma escova de metal.
  • Sua camurça é clara? Você pode “apagar” a sujeira, isso mesmo! Passe uma borracha escolar branca na mancha!
  • Prevenção: No mercado existem sprays específicos para proteção da Camurça, você consegue encontrar em sapateiros.  Vale passar quando limpos para prevenir que seus calçados sujem.

FONTE: Macho Moda

Como usar Bota Masculina com Shorts ou Bermuda?

Dicas Rápidas para usar Bota Masculina com Shorts ou Bermuda:
  • Dependendo da ocasião, a combinação pode ficar muito bem! Tanto pros dias mais quentes, como pros mais frescos de Outono. Mas é preciso ficar atento ao material das Botas. Botas de Couro, mais pesadas, por exemplo, são mais indicadas para os dias mais frios, pelo próprio fato de esquentarem mais. Nos dias mais quentes, opte por modelos mais leves.
  • Com Meia ou sem meia? Ai vai do gosto de cada um. A meia pode ajudar a equilibrar a transição da perna para a bota, suavizar essa passagem, criar textura, brincar com estampas e cores, dependendo de como é sua perna e, claro, do visual completo.
  • Para quem tem Perna Fina: Botas de silhueta mais leve serão suas aliadas, não tão abertas, para não dar a impressão que sua canela é mais fina ainda. O ideal é tentar fazer a bota uma extensão da sua perna em largura.
  • Para pernas mais grossas: Aqui não há muita preocupação, tanto as Botas mais largas como as de silhueta mais fina podem ser boas opções.
  • Para pernas curtas: Se suas pernas são mais curtas, os modelos menores de botas, com o cano não tão alto são mais indicados, pois esses não encurtam ainda mais a impressão de comprimento, entre a bota e a barra da bermuda. Assim como as pernas finas, a bota precisa ser extensão da sua perna, para dar o efeito de longevidade.
  • Para pernas longas: Neste caso, a bota de cano alto pode ser uma ótima opção, pois pra quem tem a perna bem longa, criar camadas pode suavizar essa impressão de comprimento. As meias também entram muito bem nesse quesito, criando ainda mais equilíbrio.


bota 2

Olha a meia funcionando muito bem pro visual acima, dando uma quebra no All Black e ganhando destaque na produção.

bota 3

Pra quem tem perna mais fina, fica a inspiração de como usar a bota masculina com shorts! Viram que ele usou uma bota de silhueta mais fina? Ficou massa demais!

bota 4

A meia equilibrando bem o visual novamente, preparando a passagem para a bota

bota 5

E pra quem tem perna mais grossa, fica a inspiração! Viram como a bota mais larga não prejudica no visual?

bota_masculina_com_bermuda_shorts (6)

As cores desse visual casaram muito bem com o tom de pele, mais ousado, com o rosa, bermuda branca e bota vermelha.

FONTE: Macho Moda

Sapatos brilhantes e metalizados são os novos queridinhos das ruas

Você só tira a sua sandália prateada do armário quando tem um casamento? Que tal aproveitar para usá-la no dia a dia? Os brilhos e metalizados não precisam ser exclusividade de eventos noturnos, como mostraram as passarelas internacionais. Até as botas ganharam versões de glitter, que são perfeitas para dar aquele toque inusitado ao look básico. Aqui, mostramos nove produções que provam como eles também estão sendo usados no street style. Inspire-se!

brilho 2 brilho 3 brilho 4 brilho 5 brilho 6 brilho 7 brilho 8 brilho 9 brilho 10

FONTE: M de Mulher

Como Usar: Botas de Montaria

As botas de montaria, originalmente, são usadas pelos praticantes de hipismo, mas assim como as botas de cowboy, elas também caíram no gosto de todos. Esse tipo de bota é um pouco mais simples, sem tantos detalhes. O cano é alto, geralmente até o joelho, e o bico da bota é mais arredondado. Elas não tem salto, mas já é possível encontrar algumas versões à venda com um salto não muito alto.

14

Essas botas são muito confortáveis e quentinhas, ideais para o inverno. Algumas aparecem com pequenos detalhes como fivelas nas laterais, mas elas são mais básicas e, consequentemente, mais fáceis de combinar. Calças justas podem ser usadas por dentro da bota, assim como saias, shorts e vestidos também combinam. Se o tempo está bem frio, uma meia-calça pode ajudar a proteger. Se a meia-calça ou a calça for da mesma cor que a bota, ela dá a ideia de um corpo alongado, ideal para as mais baixas.

1. Bota de montaria com saia

botasdemontaria001

2. Bota de montaria com vestido

botasdemontaria002

3. Bota de montaria com short

botasdemontaria003

4. Bota de montaria com jeans


botasdemontaria004

5. Bota de montaria com legging

botasdemontaria005

6. Famosas com bota de montaria

botasdemontaria006

 

FONTE: Just Lia

Botas de inverno! Aprenda a usar cada modelo de um jeito moderno

Item indispensável no guarda-roupa, a bota pode compor diferentes looks. Porém, são muitas as modelagens do sapato de inverno, cada uma com a sua característica marcante. Assim a tarefa de encontrar a melhor combinação pode ficar difícil. Pensando nisso, consultamos a personal stylist Fernanda Luchesi e fizemos um especial de botas com dicas e ensinamentos valiosos de como usá-las.

Over the Knee

over-the-knee

Como o nome mesmo já diz, as botas “over the knee” têm o cano alto, que termina acima do joelho. O modelo caiu no gosto das fashionistas e virou hit da temporada. Quem é alta pode usar o calçado sem preocupações, já as mais baixinhas podem optar por uma versão com salto ou compor o look com minissaias ou shorts. “Se optar pelas flats, a dica é combinar roupa e calçado da mesma cor. Além de deixar o visual mais harmônico, o truque alonga as pernas.”, explica a personal stylist Fernanda Luchesi.

Ankle Boot

anke boot

Alta e com o cano na altura do tornozelo, a ankle boot é curinga. A peça pode ser usada em diversas ocasiões – do trabalho à happy hour. “O modelo cai bem com vestidos retinhos ou acinturados. Para os dias mais frios, use com uma meia-calça e finalize o look com um cachecol estilo cobertor”, diz a personal stylist. “Caso tenha as pernas mais grossas, prefira os modelos com menos detalhes. Assim, a silhueta não fica achatada”, completa.

Open Boot

open-boot

O modelo conta com uma abertura na frente, à la peep toe, deixando as pontas dos dedos à mostra. Para quem tem tornozelos finos, a bota é uma ótima opção para trazer volume à região e equilibrar a parte inferior da perna com as coxas. As open boots também podem ter recortes frontais, agregando mais ousadia ao calçado. “Mesmo com um jeans boyfriend e uma camisa clássica branca, o sapato tende a deixar o visual mais elaborado e estiloso”, explica Fernanda.

Chelsea

chelsea

Com cano curto e elástico na lateral, o modelo chelsea é mais despojado. Para as mais altas, a dica é escolher uma com o bico redondo. “Usar com calça ou uma saia mais comprida também ajuda a equilibrar o comprimento das pernas”, sugere Fernanda. “O calçado traz um mood western e, se combinado com um denim destroyed e uma camisa xadrez amarrada na cintura, pode dar um ar cool para o look”.

Cape Boot

cape boot

“Supercotadas no street style do Fashion Week de Londres, estes modelos têm sopreposições bem estilosas”, explica Fernanda Luchesi. Para usar as Cape boots,  Fernanda Luchesi sugere combiná-las com vestidos com corte em “A” ou jeans bem sequinhos. “Arremate o look com um colete de pele ou uma capa”, sugere.

Coturno

coturno

O modelo grunge é um clássico e confere atitude ao look. Roupas com pegada militar ou punk casam perfeitamente com o coturno. Caso queira deixar o outfit mais romântico, vestidos fluidos podem quebrar o aspecto pesado. “Um shorts jeans com uma malha e um cachecol também resolve a situação”, diz a personal stylist.

 

FONTE: Marie Claire

Aprenda a guardar botas de couro e conservá-las após o inverno

O ano se divide em quatro estações, cada uma com duração média de três meses. Ao longo delas, compramos diversos calçados novos, afinal de contas, a moda se renova e o guarda-roupas pede um sapato, uma bota ou uma sandália nova. Mas e depois que determinada estação termina? Como você costuma guardar seu calçado para aproveitá-lo no ano seguinte?

Já que estamos na estação mais charmosa do, o inverno, a Mirella Calçados vai dar algumas dicas preciosas para você manter sua bota de couro novinha, mesmo dentro do armário.

As botas de cano alto ficam conservadas por mais tempo quando guardadas com o cano esticado. Este detalhe é importante, pois, guardada deitada, a bota pode estragar, uma vez que o couro fica colado na madeira do móvel. Para isto, você pode enrolar uma revista velha e colocá-la no interior da bota, ou mesmo usar uma garrafinha de plástico, dessas de 1L. Você pode dar peso à garrafa colocando pedrinhas de aquário dentro. Não use areia ou água para não gerar umidade.

Não armazene sua boa em caixas feitas de plástico, pois elas não permitem a passagem de ar, causando mofo ou ressecamento. Outros materiais como papelão e cartolina também devem ser evitados, já que seguram a umidade, podendo mofar seu belo calçado.

Outra dica bacana é passar óleo de amêndoas nas botas de couro, para hidratá-las. Isso mesmo! Assim como a nossa pele, couro também resseca. Molhe uma esponja macia com três gotas do óleo de amêndoas e passe pelo couro. Em seguida, remova o produto com um pano seco. Depois disso, polvilhe um pouco de talco e lustre.

Então, já sabe, quando os dias mais quentes começarem a pintar e você tirar a rasteirinha do armário, é hora de seguir essas dicas e manter sua bota linda e nova até o ano que vem!

E para ficar linda neste inverno, veja esta ankle boot Ramarim!